Juliana Estanislau De Ataíde Mantovani

Nascida em Guarulhos/São Paulo, Brasil, em 08 de agosto de 1988, Juliana Estanislau de Ataíde Mantovani possui Graduação em Letras-Português, pela Universidade de Brasília (2009), Especialização em Literatura Brasileira pela Universidade Católica de Brasília (2012) e Mestrado em Literatura pela Universidade de Brasília (2013). Atualmente é aluna do Programa de Pós-Graduação, Doutorado em Literatura, da Universidade de Brasília. Atuou entre 2011 e 2015 como professora de Língua Portuguesa da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, Literatura Brasileira e Literatura e outras artes. Atua como Professora de Língua Portuguesa, Teoria literária e literaturas no IFB. Atua nos cursos de Ensino Médio e de Ensino Técnico e no Curso Superior de Licenciatura em Letras-Língua Portuguesa. Orienta projetos de Iniciação Científica com alunos de Gradução em Letras. Pertence aos Grupos de Pesquisa “Literatura e Cultura” e “Topus- Grupo de Pesquisa sobre Espaço, Literatura e outras Artes”, ambos vinculados à Universidade de Brasília. Possui publicações nas áreas de Teoria Literária, Literatura brasileira e Literatura e outras artes, como os artigos “ O riso infantil em ‘Campo Geral’: a alegria como aprendizado de regeneração” (2014), publicado na Revista Palimpsesto; “A paisagem e a descoberta do mundo, em 'Campo geral', de Guimarães Rosa” (2015), publicado na Revista da ANPOLL; “Literatura e Fotografia: inter-relações poéticas em Nadja, de André Breton” (2015), publicado na Revista Ipotesi; “O pintor de retratos: os liames entre a pintura e a fotografia” (2015), publicado em Letras em Revista; e o capítulo “Qui suis-je? Um récit autobiográfico em Nadja, de André Breton” (2016), publicado no livro Personas autorais, organizado por João Vianney Calvancanti Nuto e publicado pela Editora Siglaviva.